Em Breve Novidades!!

quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Trio Elétrico Tapajós(CAETANAVE) no Rio (1972)(RARIDADE!!!!)


Tudo começou em 1950, em um velho Ford 1929, conhecido como Fobica. Dodô, com formação em radiotecnia, e Osmar, proprietário de uma oficina mecânica, decoraram a Fobica e instalaram um sistema de som, com amplificador alimentado pela bateria do carro e dois altofalantes.
No domingo de Carnaval, desfilaram pelas ruas, tocando instrumentos elétricos (paus elétricos), inventados por eles, e atraíram milhares de seguidores.
No ano seguinte, a dupla convidou o amigo e músico Temístocles Aragão para formar o que viria a ser chamado de trio elétrico, justificando a origem do nome. Em 1952, o trio passou para um veículo maior, com oito alto-falantes, corrente elétrica de geradores e iluminação com lâmpadas fluorescentes.
A partir de então, começaram a ser produzidos novos trios elétricos, montados em cima de caminhonetes.Em 1956, surge o conjunto musical Tapajós, que, no ano seguinte, passou a animar o Car naval.Na história do trio elétrico, o Tapajós tornou-se o primeiro seguidor e responsável pelo trio ter-se mantido e se expandido como fenômeno carnavalesco.Em 1972, o Tapajós lançou a Caetanave para homenagear Caetano Veloso, que voltava do exílio em Londres. Em 1974, depois de uma longa ausência, a dupla Dodô e Osmar retornou ao Carnaval com o Trio Elétrico Armandinho, Dodô e Osmar, equipado com contrabaixo de cinco cordas e bateria. Os músicos passaram a compor músicas com esta nova formação e a gravar os primeiros discos.
FAIXA:
Trio Elétrico Tapajós no Rio de 1972.
1 - Martin Cererê/Maria vai com as outras/Quizas, quizas, quizas/Chuva, suor e cerveja/Vem me ajudar.

OBS:PARA BAIXAR BASTA CLICAR NO NOME DO ALBUM.

Um comentário:

miguel neto neto disse...

Bom dia, clicar na foto na cria link, mande um link.