Em Breve Novidades!!

terça-feira, maio 04, 2010

Zé Ramalho - Força Verde (1982)



Faixas:
1.Força verde (Green Force) - 5:31
2.Eternas ondas (Eternal Waves) - 5:01
3.O Monte Olímpia (The Mount Olímpia) - 3:45
4.Banquete de signos (Signs' Banquet) - 6:06
5.Visões de Zé Limeira Sobre O Final do Século XX (Visions of Zé Limeira of the end of the 20th Century) - 3:36
6.Pepitas de fogo (Fire gold nuggets) - 5:14
7.Beira-Mar - Capítulo II (Near the sea - Chapter II) - 5:44
8.Os Segredos de Sumé (The Secrets of Sumé) - 3:49
9.Amálgama (Amalgam) - 4:09
10.Cristais do Tempo (Crystals of the Time) - 2:17
LINK EM COMENTÁRIOS

Festival MPB 80 - Vol. 01


O Festival MPB 80 foi realizado em 1980 pela TV Globo. As semifinais tiveram lugar no Teatro Fênix e a finalíssima no Riocentro (RJ). Foram classificadas as seguintes canções: 1º lugar: Agonia (Mongol), com Oswaldo Montenegro; 2º lugar: Foi Deus quem fez você (Luiz Ramalho), com Amelinha; 3º lugar:A massa (Raimundo Sodré e Antônio Jorge Portugal), interpretada por Raimundo Sodré. Outras premiações: Melhor Arranjo: Quinteto Violado (Rio Capibaribe, de Toinho Alves e João de Jesus Loureiro). Melhor Intérprete: Jessé (Porto da solidão, de Zeca Bahia e Gincko).
Fonte:TodoDownload
Volume I
01. Agonia – Oswaldo Montenegro
02. Devassa – Fernanda
03. A Massa – Raimundo Sodre
04. Porto Solidão – Jesse
05. O Mal E O Que Sai Da Boca Do Homem – Baby Consuelo
06. Rio Capibaribe – Quinteto Violado
07. Clareana – Joyce
08. Reunião de Bacana – Exporta Samba
09. Diverdade – Diana Pequeno
10. Choro Alegre – Elza Maria
11. O Pinhão na Amarração (Canto de Amarração) – Dercio Marques
LINK EM COMENTÁRIOS

Festival MPB 80 – Vol. 2

Faixas:
01
. Foi Deus Quem Fez Você – Amelinha
02. Tão Minha Tão Mulher – Maurício Duboc
03. Demônio Colorido – Sandra Sá
04. Mais Uma Boca – Fatima Guedes
05. Hino Amizade – Zé Ramalho
06. Saudade – Jane Duboc
07. Rasta-pé – Chico Evangelista e Jorge Alfredo
08. Essa Tal Criatura – Leci Brandao
09. Nostradamus – Eduardo Dusek
10. Festa da Carne – Mariana
11. Anunciação – Zezé Motta

LINK EM COMENTÁRIOS